Quer ser infeliz? Então faça todas essas 7 coisas!

Digite felicidade no Google e você verá 87 milhões de sites te ensinando a ser feliz. Mas talvez não seja isso que você esteja querendo. O objetivo das coisas que você tem realizado diariamente é o exato oposto: ser infeliz.

Na verdade, o que você quer é ser a pessoa mais triste a navegar no sombrio oceano da tristeza. Afinal, a miséria é muito mais fácil de conseguir do que a felicidade. Não concorda?

 

Esse artigo mostrará 7 estratégias para obter êxito na sua jornada por essa maré de tormentas e alcançar a tão almejada miséria profunda. E te garanto: pelo menos uma dessas estratégias você está executando nesse exato momento.

Então vamos lá:


1 – Fique parado

Fique dentro de casa o máximo possível, de preferência no mesmo quarto. Seja o equivalente humano de uma pilha de roupas sujas – inerte, sujo e desorganizado. Não deixe que um dia lindo faça você querer sair para caminhar lá fora.

Evite também qualquer coisa que seja vagamente parecido com exercício físico, como caminhar até o banheiro, lavar louças ou até mesmo se espreguiçar.

Isso impedirá seu cérebro de produzir endorfina, o que te deixaria feliz. Adicionalmente, suas chances de ficar doente aumentam, o que manterá seu ciclo vicioso de miséria.

Portanto, ficar parado é a coisa mais efetiva que você pode fazer. Traga uma geladeira, um micro-ondas e uma privada para seu quarto e não saia de lá.

 

2 – Acabe com o horário de dormir

A maldição da insônia será o seu copiloto na jornada pelo oceano da tristeza. A mera presença dela já é desagradável e causa um grande desconforto.

Ela também ajuda a confundir a parte produtiva do cérebro, que acabaria mostrando o caminho para a ilha da felicidade no fim do horizonte.

Um ciclo de sono regular é algo muito frágil e demora 3 dias para ser estabelecido. Então, certifique-se de variar o horário em que você vai dormir em algumas horas dia sim, dia não. Nunca durma no mesmo horário durante três dias seguidos. Nunca!

Varie também a hora que você acorda. Quanto mais tarde, melhor.

Ah! Se por acaso dormir muito pouco durante a semana, aproveite para dormir 12 horas seguidas no fim-de-semana. E não se esqueça de dizer para si mesmo que você está “compensando o sono perdido”.

Uma rotina irregular de sono é o vento que irá impulsionar as velas do seu barco. Quanto mais você variar seu sono, mais miserável você será! O objetivo aqui é nunca dormir e acordar no mesmo horário de forma natural.

3 – Fique o máximo possível na frente de uma tela

Celular, TV, computador, o que seja. Ficar na frente de uma tela 24 horas por dia ajuda a conquistar as duas estratégias anteriores.

Pense: o tédio pode te levar a querer fazer exercícios físicos. E, se você fizer exercícios físicos, ficará cansado e irá dormir. Portanto, mantenha esses pixels de LED na frente dos seus olhos pelo máximo de tempo que você conseguir para se entreter.

Sempre durma com uma telinha na sua mão. E garanta que ligar essa tela será a primeira coisa que você vai fazer ao acordar.

Cada momento que você passa longe de uma tela aumenta sua chance de avistar o horizonte. E é lá que a felicidade se encontra. Não corra esse risco!

De preferência, curve-se todo ao usar o celular e mantenha o pescoço inclinado para baixo. Isso vai garantir uma miséria extra daqui a alguns anos quando você tiver uma enorme dor na coluna.

 

4 – Alivie suas emoções negativas

Já que você ficará o dia todo grudado em uma tela, eventualmente vão acabar as coisas disponíveis para fazer. Aproveite então para xingar tudo que tiver passando nela.

Alimente sua raiva e ansiedade com coisas das quais você não tem controle ou influência. Mantenha-se constantemente informado dos fatos mais inúteis possíveis e leia o máximo de notícias desnecessárias. Tudo isso enquanto você está na sua cama, claro.

Sugestão: NÃO assine o newsletter Argutia. Esse newsletter é simplesmente o canal mais produtivo que você encontrará na internet. Ele te envia por email toda 6ª feira as notícias mais relevantes e essenciais da semana, de forma resumida e mastigada. Assinar esse newsletter certamente irá atrapalhar seus planos de ser miserável.

Seja negativo. Seja pessimista. Viu uma notícia de corrupção na TV, xinga bastante o político. Seu time de futebol perdeu o jogo? A culpa é sempre do árbitro. Nunca dirija o carro sem usar a buzina pelo menos uma vez.

Lembre-se disso: a culpa é sempre dos outros, nunca sua. Reclame bastante e faça sua melhor cara de bunda. Só assim você conseguirá navegar nesse vasto oceano.

 

5 – Defina objetivos vagos

Se você está fazendo tudo certinho até agora, já vai notar a miséria fluindo nas suas veias. Mas atenção: o cérebro pode ser muito rebelde e irá te forçar a ser feliz. Para impedir isso, você tem que revisar todos os objetivos planejados para longo prazo.

Para se atingir um objetivo, o mesmo deve ser específico, mensurável, factível e é necessário um prazo para cumpri-lo. E é isso que você precisa evitar.

Crie metas vagas, inexequíveis, irrelevantes e que sempre são possíveis serem postergadas. Tanto o alvo quanto o caminho para se chegar lá devem ser imprecisos.

Procure definir metas extremamente otimistas para garantir o fracasso. Falar “eu vou limpar a casa inteira hoje” é melhor do que “eu vou lavar a louça e limpar o banheiro”.

Aprenda a fazer o marketing do seu negócio antes mesmo de ter uma empresa. Planeje a viagem de fim de ano antes de planejar como juntar dinheiro para ela.

Sempre espere a motivação vir, em vez de definir um dia para começar suas tarefas. Assim, você fará as coisas só quando tiver vontade. Que vai ser…. nunca!

 

6 – Persiga felicidade diretamente

Sabe o oásis que aparece como miragem no deserto? No oceano da tristeza, a ilha da felicidade também aparece como uma miragem. Vá em frente que não tem erro!

A mente humana é tão interessante que, se você navegar diretamente para a felicidade, você vai atingir o inverso. Imagine a ilha da felicidade como um lugar onde as pessoas felizes são felizes o tempo todo. O sol brilha forte e os pássaros cantam o tempo todo.

Imaginou? Agora coloque na cabeça que isso existe sim e que você vai chegar lá um dia. Acredite que todos aqueles sorrisos que você vê na TV ou nas fotos de viagens dos seus amigos são genuínos. Tenha certeza que todo mundo no Facebook é a pessoa mais feliz do mundo. Só você que não é. Mas isso vai mudar, obviamente.

A felicidade real só chega para uma pessoa quando ela não está procurando. Quando ela para de se preocupar em tentar ser feliz a qualquer custo. Então garanta que você nunca vai parar de procurar a felicidade. Navegue em direção à miragem, não à ilha real.



7 – Siga seus instintos

Esse é o item mais importante. Navegar pelo oceano da tristeza é relativamente fácil. A mente humana é projetada para seguir sempre o caminho da menor resistência.

Então você sempre preferirá ficar em casa, não se exercitar, ler conteúdo inútil e definir objetivos vagos. Fazer diferente disso dá trabalho. E você não gosta de ter esforço.

Portanto, siga seus instintos. Não pense no longo prazo. Fique sempre preso no curto-prazo, onde a preguiça e o imediatismo são mais prazerosos.

Não tente ouvir a voz da razão, que irá te mandar ler um livro ou estudar quando o que você verdadeiramente quer é assistir TV.

Siga seus instintos: nunca deixe para hoje o que se pode fazer amanhã!

Viu? Ser miserável é muito fácil. Basta seguir essas estratégias e deixe o mar te levar.

 

Nota para os que não entenderam: não siga as instruções do artigo de forma ao pé da letra. A não ser, claro, que seu objetivo realmente seja ter uma vida miserável.

Esse artigo foi escrito inspirado no livro “Como ser miserável”, de Randy J. Patterson e no vídeo homônimo de CGP Grey. O livro mostra como que pensar no oposto do seu objetivo pode te ajudar a conseguir o que você quer.

Nele, você encontrará outras 33 estratégias para aprender a ser miserável. Eu recomendo fortemente que você confira as outras e veja quais que se adequam ao seu estilo de vida.

Se quiser ouvir o audiobooks desse livro de graça, você pode fazer isso na Audible. Cadastre-se aqui e baixe 2 audiobooks grátis para testar o app. Você pode baixar esse ou quaisquer 2 outros livros que você queira.

 

►► Gostou do artigo? Te convido a se inscrever no meu newsletter, onde você receberá toda sexta-feira um resumo de tudo que aconteceu de relevante na semana sobre negócios, empreendedorismo e carreira ◄◄

Comente com seu facebook

Os comentários estão encerrados.